Selo sus

Cadastre-se

 

Desejo receber informações, por e-mail, sobre:

 
Consultas especializadas Laboratório intermunicipal Centro mais vida Centro oftamológico CEAE Mulher e criança SETS
 

 

Resíduos de Saúde

Resíduos de Saúde

Ao longo dos anos, o lixo passou a ser uma questão de interesse global. E os problemas são os mesmos de um lado a outro do globo: o destino do lixo e seu acondicionamento. As principais preocupações estão voltadas para as repercussões que podem ter sobre a saúde humana e sobre o meio ambiente (solo, água, ar e paisagens).


Os resíduos dos serviços de saúde também se constituem em um problema bastante complexo para os gestores de saúde pública, devido principalmente à dificuldade em se adequar às normas técnicas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA – RDC nº. 306, 07 de dezembro de 2004 e do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA nº. 358, de 29 de abril de 2005. A resolução da ANVISA dispõe sobre o Regulamento Técnico para o gerenciamento de resíduos de serviço de saúde, e a do CONAMA dispõe sobre o tratamento e a disposição final dos resíduos de serviços de saúde.


A ACISPES, preocupada em contribuir para a preservação do meio ambiente, condições de trabalho mais seguras e também em atender a essas resoluções, elaborou os Planos de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) para todos os municípios associadas à agência.


O PGRSS orienta os profissionais de saúde sobre como segregar adequadamente os resíduos, que depois serão separados em recipientes especiais e devidamente coletados pelos caminhões da ACISPES, visando minimizar os impactos ao meio ambiente, bem como proteger a saúde pública.


Segundo a ANVISA, os resíduos são classificados em cinco grupos: A (potencialmente infectante por sua carga biológica), B (potencialmente infectante por sua carga química), C (potencialmente infectantes por sua carga radioativa), D (resíduos comuns) e E (perfurocortantes). Cada grupo é separado em lixeiras de cores diferentes. Para auxiliar nessa segregação, a ACISPES realizou um treinamento dos profissionais de saúde dos municípios associados.


Quando as lixeiras enchem, os resíduos dos grupos A, B, C e E são acumulados nas bombonas. As bombonas são confeccionadas em polietileno de alta densidade e revestidas inteiramente com sacos plástico. Os resíduos do grupo D, considerados comuns e que não apresentam potencial para provocar acidentes, são destinados ao aterro sanitário de cada município ou à reciclagem.


Resíduos de Saúde

O caminhão da ACISPES, licenciado pela FEAM (Fundação Estadual do Meio Ambiente), recolhe o resíduo de saúde acumulado em todos os municípios e transporta para a Trusher Serviços de Esterilização. Em parceria com a Agência, a empresa incinera os resíduos provenientes das unidades de saúde dos municípios associados.


Os resíduos são transportados com total segurança para a saúde pública e meio ambiente. Depois, são incinerados a uma temperatura que varia entre 800° e 1500 °C.


 

Rua Ataliba Barros, 5
São Mateus, Juiz de Fora - MG

(32) 3313 4000

ato.interativo